Visitantes

contador de visitas gratis

27 de março de 2012

Bolinho de Banana...

Olá pessoal...
Como estão curtindo o começo do Outono?
Eu peguei uma gripe terrível, de cama completamente, só tomando chá de limão com mel pra ver se melhoro.
Mas hoje vim mostrar pra vocês uma receita que eu AMO, bolinho de banana.
Combina muito com os dias de friozinho, os finais de semana em que ficamos em casa sem fazer nada.
É super simples de fazer, por ser frito, ele deve ter mais calorias sim, mas final de semana pode ne gente?

 Ingredientes:

. 1 unidade(s) de ovo
. 2 xícara(s) (chá) de farinha de trigo
. 1 xícara(s) (chá) de açúcar
. 1 colher(es) (sobremesa) de fermento químico em pó
  quanto baste de leite
. 6 unidade(s) de banana prata

Modo de Preparo:

  1. Descasque as bananas e corte em rodelas pequenas.
  2. Misture a farinha de trigo, o açúcar, o ovo e o fermento.
  3. Se a massa continuar dura, coloque um pouco de leite.
  4. Frite as colheradas em óleo quente e polvilhe açúcar e canela por cima.


Dica:
  1. Se preferir amasse as bananas ao invés de corta-las em rodelas.
Receita que eu amo, fazemos sempre aqui em casa.
É rápido, fácil, delicioso, melhor ainda acompanhado de uma xícara de  Chocolate quente...

Fazia tempo que eu não fazia nenhuma receita aqui pro blog.
Espero que tenham gostado da receitinha.
Ótima semana a todos...

 



20 de março de 2012

Outono 2012...



Olá pessoal... 
Começou o Outono, uma das estações que eu mais adoro.
Aqui no Sul, o clima já está mais agradavél, bem cara de Outono mesmo. 
Brisa suave de vento, sol que aquece, mas sem queimar como no verão.
As paisagens vão ficando mais viçosas, com cores mais vivas, clima ameno e aconchegante antecedendo o inverno...
É no outono que ocorrem as grandes colheitas, porque as frutas estão maduras e começam a cair das árvores.
Os jardins e parques ficam, cobertos de folhas de todos os tamanhos e cores. 


 
O outono é a estação do aprofundamento.
É o momento em que é possível amadurecer
e abrir mão de algumas coisas.
A partir dele, virá a frieza de um inverno,
duro, ainda, pela perda.
Mas, então, virá o verão e, com ele,
 a alegria de recomeçar!


De 20 de março a 20 de junho
As principais características são:                                                                                          
Queda na temperatura (Os dias ficam mais fresquinhos).                                                           
As folhas das árvores ficam amareladas e/ou avermelhadas e depois começam a cair. Diminuição de chuvas.                                                                                                    
Mudanças bruscas no tempo (quentinho durante o dia, friozinho a partir do entardecer)
Menos umidade no ar.                                                                                                                   
É no outono que ocorrem as grandes colheitas, porque as frutas estão maduras e começam a cair das árvores.                                                                                                         
Os jardins e parques ficam, cobertos de folhas de todos os tamanhos e cores.                          
O Outono é uma estação caracterizada pelas noites mais longas que os dias. 
Outros fenômenos marcantes desse período são as mudanças bruscas de temperatura, diminuição da umidade do ar, a mudança na coloração das folhas das árvores (elas começam a “amarelar”), etc.                                                                                              
No Hemisfério Norte, o outono tem início no dia 23 de setembro e termina no dia 22 de dezembro; no Hemisfério Sul, essa estação do ano se inicia no dia 21 de março e termina no dia 21 de junho.                                                                                                  
Durante essa estação ocorre a maioria das colheitas agrícolas, pois os produtos cultivados já estão bastante desenvolvidos. As folhas, com poucos nutrientes, além dos frutos bastante maduros, caem no chão. 
O outono é a estação de transição do verão para o inverno.


Outono, noites e manhãs mais frias, tarde com clima fresco, delicia...
O outono é uma época de transição entre os extremos de temperatura verão-inverno. 
Qual é a principal imagem que lhe vem à mente quando pensa em outono? 
É bastante provável que a maioria das pessoas responda a essa pergunta lembrando da clássica imagem das árvores perdendo suas folhas. 
Mas você sabe por que acontece essa perda? 
Se as árvores não as deixassem ir, não sobreviveriam à próxima estação. 
As folhas se queimariam com o frio do inverno e, assim, os ciclos de respiração da árvore se findariam bruscamente, o que resultaria no fim da vida. A natureza nos mostra mais uma vez a beleza de sua sabedoria: é preciso entrega, é preciso deixar ir o que não serve mais, para proteger o que é mais importante.


 A natureza nos mostra mais uma vez a beleza de sua sabedoria: É preciso entrega, é preciso deixar ir o que não serve mais, para proteger o que é mais importante.


No outono, é importante questionar se o medo e a dúvida estão impedindo seus ideais maiores de serem realizados. Reflita se alguns comportamentos repetitivos lhe afastam do seu real potencial criativo. Talvez seja chegado o momento de tomar consciência e assumir uma atitude de compromisso consigo, desapegando-se daquilo que não lhe serve mais, daquilo que esteja impedindo seus passos rumo às próximas estações de seu crescimento.

Acho que não tem pra mais ninguém né minha gente? Outono e primavera são as 2 estações mais lindas do ano, eu gosto de tudo que realça a beleza da natureza, e nestas 2 estações as cores ficam vivas, simplesmente linda...
O nosso país deveria ter mais jardins botânicos, mais praças floridas, lugares que a gente realmente se encante... Plantar ao invés de desmatar e poluir...
Se vocês procurarem por Outono nas imagens do Google, vão ver que coisa linda é esta estação, então vamos aproveitar bem.
Torcer para esse calor ir embora logo e a brisa de Outono dar as caras.


                                                         Flor de Outono... 

Lembro agora as palavras de Tom Jobim: "São as águas de março fechando o verão, é promessa de vida no meu coração". Mesmo que as águas pareçam dar fim ao melhor da festa do verão, na verdade, elas estão nos mostrando que a vida segue e novas estações virão! Acredite: observando a natureza podemos concluir que depois da noite sempre vem o dia. Acredite que vale a pena se libertar para deixar nascer um novo tempo.


Espero que tenham gostado do post de Outono.
Eu adoro Outono-Inverno, são estações charmosas, aconchegantes, as pessoas
ficam mais tranquilas, o clima fica mais gostoso...
Tudo de bom, rs rs rs...
Aproveitem bem o Outono, pois passa rápido.
Ótima semana a todos...

Fonte: Personare



Que o Outono seja doce...

18 de março de 2012

Tag 11



Olá pessoal, hoje vim aqui para responder uma tag que minha amiga querida Dreamer Girl do blog http://olhareseleituras.blogspot.com.br/ 
me enviou.


As regras são as seguintes:
  • Escrever 11 coisas (aleatórias) sobre você no blog;
  • Responda as perguntas que a pessoa mandou para você e crie 11 novas perguntas para as pessoas que você indicar;
  • Escolha as próximas 11 pessoas para responder e as link no post;
  • Vá as páginas e avise quem você indicou;
  • Não volte o meme;
  • Você tem que postar as regras.

 11 coisas aleatorias sobre mim...
 
  1. Amo minha família.
  2. Amo cavalos, sou apaixonada por eles.
  3. Sou extremamente organizada, odeio coisa fora do lugar.
  4. Prefiro passeios, praia do que balada, (não gosto de balada)
  5. Serei Mamãe em 2012
  6. Adoro dias chuvosos, outono-inverno.
  7. Adoro freqüentar Ctg’s, amo bailes gaúchos e rodeio.
  8. Sinto muitas saudades da época do colégio, ainda sonho com isso até hoje.
  9. Adoro tudo o que é doce, comidas, perfumes...
  10. Sou muito intuitiva, tenho um sexto sentido muito aguçado e sempre sonho com coisas que acontecem.
  11. Amooooo minhas flores, quero estudar paisagismo.
 
Respondendo as  11 perguntas...

Diga uma qualidade sua.
Uma qualidade só? :/ hahha.
Bom eu me considero uma pessoa muito amiga e gosto de sinceridade.

Que tipo de música que você gosta?


Adoro música gaúcha, nativista.  
Freqüento bailes e rodeios então adoro muitooo.
Também gosto de sertanejo, não todas as músicas.
 
Qual é o seu personagem favorito?



 Não diria personagem e sim personalidade que admiro muito.
Anita Garibaldi...
Exemplo de mulher, nasceu aqui em SC na cidade de Laguna e morreu em Mandriole na Itália.
Uma mulher forte, corajosa que lutou pelos seus ideais. Fugiu de todos os padrões da época do que seria “a mulher” ideal, não teve medo do que a esperava.
Quando eu tinha uns 10 anos, participei de um teatro na escola, e eu representava Anita Garibaldi.  Adorei. (Na foto, a casa de Anita e monumento em homenagem a ela em Laguna-SC) 

Que livro você quer ler?

 
A casa das sete mulheres de Leticia Wierzchowski, assisti apenas a minissérie em 2003, porem algumas pessoas dizem que o livro tem alguns fatos diferentes dos que a globo mostrou.
Também quero ler A Cabana de William P. Young, As brumas de Avalon de Marion Zimmer e Da Magia a Sedução de Alice Hoffman, Já assisti o filme umas 1.000 vezes (Com Sandra Bullok e Nicole Kidman) e nunca me canso, amo demais.


Qual livro que você sempre recomenda? 




Na verdade recomendo 2.
Adoro o Escaravelho do diabo de Lucia Machado de Almeida, não um livro extraordinário nem nada, nem muito longo, mas desde a primeira vez que li, me prendeu do começo ao fim.
Achava que era um livro muito chato, mas muito pelo contrario, me lembro dele ate hoje.
Outro livro é o Contos de Assombração, uma co- edição Latino Americana que reúne varias historias de assombrações de alguns paises, como  a Maria Angula, a Saiona, Lágrimas do Sombreirão (uma lenda do México).
Lembro que esse livro fez parte da minha infância, morria de medo dele, mas não deixava de ler, muito bom mesmo. Já tentei comprar pelo mercado Livre, mas não encontro, uma pena.

Gosta de flores? Se sim, qual é a sua flor favorita?



Amo flores, é até difícil ter que escolher uma só.
Mas adoro jasmim, girassol, gérberas, orquídeas.
Amo flores, mas não gosto de recebe-las num buquê, só se for num vaso, uma plantinha, ai sim... Acho as flores lindas na natureza, não arrancadas para dar de presente sendo que vão morrer.




Conte um segredinho sobre você.


Agora me pegou, rsrsrrs.
Não tenho um segredo, tenho sentimentos que as vezes não demonstro a muitas pessoas, principalmente o meu medo de perder as pessoas que amo, como minha mãe. Agora que  serei mamãe hehe, algumas pessoas aqui do blog não sabem, mas simmmm, serei mamãe e tenho medo do que me espera, de não conseguir ser uma mãe exemplar como a minha mãe foi e é pra mim.

 
Qual o lugar que você gostaria de conhecer?


EGITO...
Sem duvidas, é um lugar que amo, sem conhecer.
Desde novinha faço pesquisas sobre esse país, ele me atrai demais, sua cultura, suas lendas, seus mistérios, seus deuses.
Já pesquisei muito sobre o vale dos reis, o vale das rainhas.
Sobre o faraó  Tutancamon e sua maldição.
As pirâmides do Egito (Quéops, Quéfren e Miquerinos). Nefertiti, Nefertari, Ramsés, Tutmósis III que foi um dos faraós mais justos da época.
E claro, sobre Cleópatra, uma mulher que daqui  a mil anos, ainda vai ser lembrada...
Enfim, se realmente existe vidas passadas, com certeza eu vivi por lá.

 Qual é o seu dia favorito na semana?
Sábado, dia de passear, de festa, baile.
Mas também gosto do domingo, principalmente os chuvosos, dia da família, de ficar em casa vendo filme, comendo besteira, aquele cafezão da tarde, aquela preguiça gostosa...




 
Qual o aroma que você mais gosta?
Tudo o que é doce me atrai bastante, tanto que só uso perfume doce srrs.
Gosto tmb do cheiro de flor, de natureza, ar puro.
 
Prefere morar em casa ou apartamento?
Casa sem duvidas, gosto de cuidar do meu jardim, de ter a casa cheia, de som alto, acho que fazer isso num apartamento seria difícil.

 
Se pudesse viajar no tempo, que época você gostaria de visitar?
Na época dos faraós com certeza.
Gostaria de ver como tudo aconteceu, a construção das pirâmides, seria divertido hahahha.


Enfim gente, essas foram as minhas respostas.
Farei 11 perguntas e repassarei a 11 blogs.

Diga um defeito seu.
Qual época da sua vida você mais sente saudades?
Qual foi a sua viagem/passeio inesquecível?
Qual sua idade e o que conquistou até agora?
Nas horas vagas gosta de fazer o que?
Você tem uma grande magoa por alguém, família/amigos/etc?
Você se considera uma pessoa bem sucedida profissionalmente?
Se pudesse mudar de cidade/País , qual lugar escolheria?
Qual livro está lendo no momento?
Já teve alguma experiência com o sobrenatural? Conte.
Quais são seus planos para o futuro?

Blogs escolhidos: 



Obs: A tag é para responder as perguntas e criar novas 11 perguntas e repassar a 11 blogs.
Não é preciso usar imagens, (eu coloquei, pois fica um post mais divertido)

Espero que tenham gostado, algumas pessoas não gostam de responder as Tag’s, eu também não respondo a algumas, mas essa eu achei bem divertida e é um modo dos blogueiros se conhecerem melhor.
Aproveitem o domingo e ótima semana a todos.


15 de março de 2012

Movéis Bokja. (Reforme seu sofá)



Olá pessoal, tudo certo por ai?
Já faz algum tempo que venho pesquisando sobre decoração, estilos modernos e diferentes.
Fiquei maravilhada quando achei uma dessas peças da marca libanesa Bokja,
Os moveis são projetados pelas talentosas designers Hoda e Maria, com sua única loja oficial em Beirute.
Os moveis são forrados com estampas vintages do Oriente Médio e Ásia.
Chamou muito a minha atenção, pois adoro cores fortes, combinações que fogem um pouco do padrão e minha casa está toda em reforma, já fico viajando na decoração hahahha. 

                                                 Clique nas Imagens para amplia-las.


                                                  As designers Hoda e Maria...

Achei todos lindos, porem é claro ninguém precisa gastar uma fortuna comprando uma peça dessa, basta ter um pouco de criatividade e improvisar uma decoração conforme as condições de cada um.


 
No mercado existem várias opções para quem quer reformar um sofá, ou uma poltrona, com  estilos em patchwork (trabalho com retalhos)  existem capas de ótima qualidade com designer bem modernos, também se pode investir em almofadas coloridas, nas cortinas, nas cores diferentes para as paredes...

Exemplo de reforma:

                                                                     Lindo não é?

Outros exemplos:
 
 

 

É uma arte de encher os olhos não é?
É claro que nem todas as pessoas gostam desse tipo de decoração, alguns são mais tradicionais então preferem uma decoração mais clássica. Porém, eu adoro, acho que traz uma alegria pro ambiente, acho que a casa da gente tem que transmitir, alegria, sossego. Para quem gosta de festa, casa cheia, crianças, reunir os amigos no final de semana, acho que fica perfeito! 
Espero que tenham gostado do post. É um assunto que me interessa muito hehe.

Site Oficial da loja Bokja: http://www.bokjadesign.com/

 Pra quem é de Joinville e Região-SC, alguns locais que fazem a reforma de estofados.

Fontes: 

Boa tarde a todos!!!
 

 

9 de março de 2012

18 Fatos que você provavelmente não sabe sobre Joinville.


 
Hoje é aniversário de Joinville, 161 anos. Cidade Linda que amo.
Joinville: a cidade mais populosa de Santa Catarina foi fundada em 1851 e é um importante pólo econômico e tecnológico do estado. Ou melhor, do Brasil.
Algumas das principais empresas do ramo metal-mecânico do país ficam lá. Mas tem coisa que só os joinvilenses sabem.

1. Joinville é a Manchester Catarinense
Ok, essa não é necessariamente uma novidade. Mas você sabe o motivo do apelido? A gente conta:  com o final da Segunda Guerra Mundial, o país não recebia mais os produtos industrializados importados da Europa e teve que se virar. E Joinville se virou muito bem: entre as décadas de 50 e 80, a cidade viveu um surto de crescimento tão grande que se tornou um dos principais pólos industriais do país. Assim como Manchester, a cidade inglesa que teve papel importante na Revolução Industrial e entrou para a história ao usar a máquina a vapor na indústria têxtil pela primeira vez em 1789.

2. Joinville foi pioneira em muita coisa...
A industrialização não foi o único pioneirismo da cidade. Foi lá que surgiu o primeiro jornal germânico de importância e prestígio no Brasil, o Kolonie Zeitungl. É de lá a primeira corporação de bombeiros voluntários a América do Sul (em 1892). Foi Joinville a primeira cidade do estado a ter o primeiro posto de gasolina totalmente acessível a pessoas com deficiência.  Também foi por lá que aconteceu o primeiro transplante renal de SC. Além, é claro, de ser a primeira e única cidade do mundo a ganhar uma filial do Bolshoi.

 3. Joinville tem 6 cidades-irmãs.
Além de ser irmã-gêmea de Manchester, Joinville tem outras cidades-irmãs espalhadas pelo mundo. O conceito de cidades-irmãs é simples: são cidades que compartilham características semelhantes (demográficas, por exemplo) ou pontos e referências históricas comuns. Por causa do tal “parentesco”,  as cidades cooperam entre si, num esquema amigável. Joinville pode contar com Zhengzhou, na China, Chesapeake, nos EUA, Spišska Nová Ves, na Eslováquia, Langenhagen, na Alemanha; Joinville-le-Pont, na França, e Schaffhausen, na Suíça.

4. Joinville tem brasão com vários detalhes.


 

MEA AUTEM BRASILIAE MAGNITUDO“. A inscrição do brasão da cidade quer dizer “A minha grandeza se identifica com a grandeza do Brasil”. Profundo, né? O escudo também faz referência às Armas do Brasil Império, ao emblema do Príncipe de Joinville, à Suíça, à Noruega e à Prússia, os principais países de onde vieram os imigrantes que fundaram a colônia. A cana-de-açúcar e o arroz, principais lavouras da cidade, na época de sua fundação, também foram lembrados.

5. Joinville foi presente para um príncipe.
Em 1843, a princesa Francisca Carolina, filha de Dom Pedro I, casou-se com o francês François Ferdinand, o Princípe de Joinville. Naquela época os casamentos envolviam muita politicagem, acerto de contas e tradições, François recebeu como dote um pedaço de terra próximo à colônia de São Francisco. A região se chamava Colônia Dona Francisca, até que, em 1852,  a Vila Joinville (uma das que compunham a colônia), emprestou o nome para batizar a cidade recém desmembrada da então Vila de São Francisco do Sul. É por este passado que muita gente chama Joinville de “a cidade dos príncipes”.  Curiosidade: a casa cosntruída no local é onde funciona hoje o “Museu Nacional de Imigração e Colonização - Palácio dos Príncipes de Joinville”.

 
6. Joinville tem vários museus.
Falando em museus, quem busca conhecimento tem um prato cheio na cidade. Além do Museu Nacional de Imigração e Colonização, tem o Museu Arqueológico de Sambaqui, o Museu de Arte, o Museu de Fundição, o Museu Nacional do Bombeiro e a Casa Fritz Alt, por exemplo.

7. Joinville é a cidade das bicicletas.
Pra que andar de carro se podemos andar de bicicleta? Os joinvilenses pensam assim desde sempre. A cidade ganhou o título em 1950, denunciada pelas estatísticas: havia um carro para cada 111 pessoas, enquanto o número de bicicletas era de 1 para cada 4 pessoas. Ainda hoje, o número de bicicletas surpreende: não existe uma contagem exata, mas há quem garanta que existem umas 250 mil (ou uma para cada duas pessoas). Mesmo se não chegar a esta proporção, achamos o título justo.

8. Joinville tem muitos  parques públicos.
Os amantes da natureza vão gostar de saber da quantidade de parques importantes por lá. O Parque Ecológico Prefeito Rolf Colin foi criado para garantir a preservação da Floresta Atlântica e da fauna da região das nascentes do rio Piraí; o Parque Municipal da Ilha do Morro do Amaral abriga sítios arqueológicos, manguezais e uma comunidade antiga de pescadores artesanais. Estes dois não têm estrutura para receber visitantes, mas tem ainda o Parque Municipal Morro do Finder, as Áreas de Proteção Ambiental Serra Dona Francisca e Quiriri e o Parque Zoobotânico, uma área de lazer para a comunidade local e uma forma de valorizar a Mata Atlântica e a sua fauna. É importante ainda citar o Parque Expoville e o Parque da Cidade (este, a ser inaugurado no bairro Guanabara).

 
9. Joinville tem uma praia.
Só uma, mas tem. É a praia do Vigorelli, localizada na Vila Cubatão (Zona Norte). A praia é banhada pela Baía da Babitonga e possui diversos bares em sua orla. Também tem uma balsa que liga Joinville a São Francisco do Sul. Areia mesmo,  tem pouca, quase nada, e a água é escura, o que faz muito turista pensar que ela é imprópria para banho. Mas não é! A praia é frenquentada pela população local e por praticantes da pesca esportiva.

10. Joinville é terra de artistas.

 
Ah sim, a população local! A cidade pode nem ter mais príncipes, mas conta com uma boa lista de gente famosa. Joinville é terra natal das beldades Ana Claudia Michels (trabalha atualmente em Nova York e Japão. Já fez ensaios para a revista Vogue, maior revista de moda do mundo.) e Francine Beckhauser, top models internacionais, e dos atores Germano Pereira (que estreou na TV na novela Passione como filho do Toto, ator Toni Ramos) e Amanda Richter (ex-atriz que fez uma vilã de Malhação). Também é berço dos artistas plásticos Luiz Henrique Schwanke e Juarez Machado, do escultor Mário Avancini e, além disto, é terra de Nuno Roland, um dos grandes cantores da época de ouro do rádio brasileiro.

 
11. Joinville tem uma música composta em sua homenagem
Olha só que honra! O músico carioca Mú Carvalho é filho de joinvilense e resolveu homenagear a cidade do pai emprestando o nome Joinville a uma de suas composições. A música é instrumental e foi gravada em seus CDs solo Óleo sobre Tela e Ao Vivo. Vale a pena ouvir, é belíssima.


 
12. Joinville tem pelo menos 20 festas e festivais.
Com tanto artista, não podia faltar animação e criatividade. Listamos 22 festas e festivais importantes, mas sabemos que ainda existem muitos outros para animar o fim de semana. Tem a Festa das Flores, o mais tradicional evento do calendário turístico e cultura de SC, tem a Festa do Colono Piraí, Festa do Colono Rio da Prata, Encontro Folclórico, Festa da Colheita (Erntefest), Festa do Peixe da Água Doce, Rodeio Crioulo Nacional, Festa do Arroz.
Mais? Tem o Bandoneon Fest (encontro de músicos e admiradores do instrumento bandoneon), a Festa do Tiro Rei, a Festa do Pato, a Festa do Cará, a Festa da Solidariedade, a Festa da Polenta. E ainda tem o Festival Brasileiro de Hemerocallis (tipo de planta), Opa Fest (mais cerveja!) Bier Fest e, olha só, a Schweinschiessenfest, a festa do tiro ao porco. E o Festival de Dança?

13. Joinville entrou para a história da dança duas vezes, o Maior Festival de dança do mundo.

 
Não é à toa que Joinville também é conhecida como Cidade da Dança. É aqui que acontece o Festival de Dança de Joinville, o maior festival de dança do mundo. Sim. O maior. A festa é considerada pelo Livro Guinness dos Recordes o maior evento do gênero do mundo em número de participantes - cerca de 6.500 bailarinos sobem aos palcos durante o evento. E qual é o segundo motivo para ter entrado para a história da dança? Ora, Joinville foi a primeira e única cidade do mundo a ter uma filial da Escola do Teatro Bolshoi fora de Moscou. Bolshoi, como muitos sabem, é uma das melhores companhias de balé e ópera do mundo.

14. Joinville é referência internacional em arqueologia.
A região é famosa pelos sambaquis, sítios arqueológicos em formas de montes de mais ou menos 25m de altura que contém conchas, esqueletos, pedras, ossos, cerâmicas e outros tipos de objetos muito antigos de povos que viveram no Brasil há mais de 4.500 anos. Guilherme Tiburtius reuniu um grande acervo de peças (mais de 12 mil) retiradas em pesquisas arqueológicas na região de Joinville e assim surgiu, em 1963, o Museu Arqueológico de Sambaqui, uma referência internacional no assunto. Hoje ele conta com mais de 20 mil peças.

15. Joinville não abre mão das bebidas artesanais.
 Nada melhor que um brinde - mas tem que ser um brinde feito com bebida típica da região, é claro. Assim como várias outras cidades do sul do país, Joinville preza a fabricação de bebidas artesanais e o turista que não experimentar o chope ou a cachaça de lá não sabe o que está perdendo! O destaque vai para três grandes nomes: Opa Bier e Grabenwasser, famosos pela cerveja, e a própria Joinville, marca de bebidas artesanais que incluem a clássica Cachaça Príncipe Joinville e outras misturas (com coco, amendoim e maracujá, por exemplo).

 
16. Joinville fundou a 1º Capela de A Igreja de Jesus Cristo dos Últimos dias.


 
Em 25 de Outubro de 1931 foi dedicada a primeira capela da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias no Brasil e na América do Sul, mais especificamente em Joinville, Santa Catarina. A Igreja organizou-se pela primeira vez em JoinvilleSanta Catarina, onde foi criada a primeira capela na América do Sul em 25 de Outubro de 1931. No Bairro Boa Vista , (bairro onde moro). Em 1933 foi organizada a Sociedade de Socorro, ainda em Santa Catarina. Na ocasião, estavam presentes 24 mulheres. A missão Mórmon brasileira foi criada em maio de 1935, em São Paulo, tendo Rulon S. Howellscomo seu primeiro presidente. O total de fiéis da igreja no Brasil à época, era de apenas 143 pessoas, sendo em sua maioria, imigrantes alemães. Em 1939, com a proibição do governo brasileiro do uso do idioma alemão em público, a igreja passar a usar oficialmente o idioma português. Com isso, o Livro de Mórmon e outros materiais de apoio da Igreja foram traduzido para a língua portuguesa, e missionários começaram a ensinar em português em 1940.
Na realidade, este foi o segundo edifício da Igreja no Brasil, sendo o primeiro prédio da Igreja, uma casa localizada no município Catarinense de Ipoméia.

 
17. Joinville tem turismo Rural.


 
Como o próprio nome sugere, a região encanta por suas belezas naturais, pela gastronomia e pela preservação do local, formado por pequenas e bem cuidadas propriedades de moradores basicamente descendentes de alemães, comerciantes de produtos coloniais. No roteiro estão incluídos encantos de lazer, como lagos para pescaria, trilhas e riachos, além de hospedagem e locais para a realização de eventos. A Estrada Bonita é a referência do turismo rural de Joinville e região.
 Estrada Bonita (Pirabeiraba)
A uma distância de 20 Km do Pórtico de entrada da cidade, um caminho sinuoso leva o visitante a uma região de rara beleza e encantos naturais. Casas em estilo enxaimel, com jardins floridos e bem tratados em frente às varandas. Vales cortados por pequenos rios, e moldurados por vegetação exuberante, natural ou plantada pelo colono, tendo como pano de fundo a Serra do Mar. O lugar, quase inalterado, lembra uma antiga colônia de imigrantes germânicos do século passado. São pequenas e bem cuidadas propriedades, onde os moradores comercializam produtos caseiros (geléias, biscoitos, licores, melado, queijos, pães etc.).

 
18. Joinville realiza a Maior festa das Flores do Brasil.

 
A mais perfumada, bela e alegre festa Catarinense. A Festa das Flores de Joinville nasceu com o objetivo de manter a tradição do cultivo e encanto pelas flores. Há mais de sete décadas, a cidade rende sua homenagem às orquídeas, todos os anos, no mês de novembro. É a festa oficial da cidade, prestigiada anualmente por cerca de 180 mil pessoas, vindas de todo o Brasil e do exterior.
São mais de 4,5 mil exemplares de orquídeas, selecionadas entre expositores nacionais e internacionais. Além da exposição de plantas ornamentais e flores, o evento promove também workshops sobre cultivo de plantas, Mercado de Flores e Plantas; de Artesanato, Mostra de Paisagismo, apresentações folclóricas e musicais e shows. Possui espaço infantil e uma diversificada Praça Gastronômica.
A Festa das Flores de Joinville é considerada a mais antiga do gênero no Brasil.
Na festa é realizado vários shows, concurso de Rainhas e concurso de Jardins.

 
Cidade linda, não a trocaria por nenhuma outra, porém tem muita coisa por aqui a ser mudada, começando pela prefeitura, já ta na hora do prefeito sair de lá...  
Vamos votar direito né gente? Rua das Palmeiras imperiais esquecida;
Mirante do Boa Vista: fechado desde 2010;
Prédio da Biblioteca Pública fechado desde set/2010;
E também não entendo como uma cidade conhecida como a cidade das flores, que realiza a maior festa do Brasil nesse gênero, não tem um parque botânico como o de Curitiba... Triste...
 Mas enfim, toda cidade tem os seus problemas, cabe a população votar direito e aos governantes realizar o que foi prometido.

Fonte:
 
Esqueci de dizer que aqui chove por demais, a maioria reclama, mas com esse calor, eu sinto saudades da chuva ahhahahaha.




...